Associação Matogrossense de Pesquisas Ufológicas e Psíquicas

.

domingo, 22 de novembro de 2020

Histórico da AMPUP até a Atualidade

As reuniões da AMPUP apresenta um decorrer histórico cambaleado em muitas “idas e vindas”, incialmente foram diversos encontros disparados em varias direções aleatórias.

Os primeiros encontros ensaiados para o desenvolvimento dos estudos e pesquisas da Ufologia e Parapsicologia surgiram em meados de 1989. Tratavam-se de pequenas reuniões, na cidade de Cuiabá, em casas de simpatizantes para com a temática Ufologia, primariamente denominados de Grupo Cuiabano de Pesquisas Ufológicas (GCPU) sob a coordenação de um pesquisador chamado João Batista. No entanto, os encontros apresentavam-se esporádicos e com mínimo de componentes, obtendo, com o tempo, a escassez de participantes e o descarte da possibilidade contínua do grupo.

Com a extinção do GCPU em 1990, emerge em outubro de 1992, a Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas (AMPU), um pequeno e dedicado grupo – 08 pessoas – sob a coordenação do inglês Rhurssel – onde os encontros eram realizados na sede de uma escola de inglês – em Cuiabá/MT.

A AMPU retratava um grupo científico de estudos referentes à UFO´s, que após, substituição da coordenação Rhurssel, em meados de 1993, surge Ataide Ferreira da Silva Neto, onde voltou-se intuito aos estudos direcionados nos aspectos da Ufologia e Parapsicologia, mas devido a problemáticas e escassa localidade p/ reuniões, a AMPU manteve-se ativa até setembro de 1993.

Foi sob apoio da Reitoria da Universidade de Cuiabá (UNIC), que se retomou, em maio de 1996, o profundo incentivo às pesquisas Ufológicas e Parapsicológicas, cujo grupo, passou a ser denominado: Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas e Parapsicológicas (AMPUP).

A nós da AMPUP foi cedido, pela UNIC, um espaço para que estudos e pesquisas referentes aos mistérios da Ufologia e Parapsicologia fossem desenvolvidos naquele estabelecimento de ensino.

Após a cortesia do estabelecimento mencionado, a AMPUP se retirou do mesmo, em meados de 2001, para a continuidade de seus estudos em outro espaço emprestado, cujas reuniões realizavam-se numa sala na Av. Carmindo de Campos – Cuiabá.

Por fim, mediante todo um decorrer com muita multiplicidade de fatores, seguiu-se que, sendo a associação um grupo de pesquisadores científicos não só no aspecto da Ufologia, mas principalmente para com a psique humana (entre psicólogos, estudantes de psicologia, psicanalistas, neurologistas...), interessados no maravilhoso mundo da MENTE HUMANA (psicologia, PNL, psicossomática, sonhos...), nos mistérios psíquicos, em todos os contextos, absorvendo e abordando todos os ramos de estudo do psiquismo, optou-se, portanto, pela apropriada denominação: Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas e PSÍQUICAS (AMPUP), aberto aos profundos interessados (profissionais ou não) nos mistérios da mente humana (psicologia, parapsicologia, PNL, neurologia, etc...), assim como, as incógnitas do Universo (astronomia, Ufologia, UFO-arqueologia, física quântica...).

Os encontros da AMPUP foram ganhando adesão de muitas pessoas encantadas pela temática, entre curiosos, simpatizantes, interessados e profundos pesquisadores, passando a fortalecer o seu publico e o elo de amizades. As pesquisas da AMPUP passaram a ser amplamente divulgados em meios especializados no assunto – revistas, jornais e meios televisivos.

Desde a sua criação, a AMPUP vem ganhando adeptos e fama nacional e internacional, sendo esta associação um dos grupos brasileiros mais bem sucedidos sobre o assunto relacionado.

Atualmente, somos um forte grupo no estado que aborda diversas temáticas no âmbito do “inusitado”, já passaram por nossos encontros centenas de pessoas. Porém, desta vez, temos um amplo espaço exclusivo para as nossas reuniões. Tudo construído com imenso carinho para acolher, confortavelmente, os mais variados simpatizantes, entusiastas e pesquisadores. O propósito conquistado foi a elaboração de um agradável recinto particular para poder recepcionar dignamente as pessoas apaixonadas por conversas empolgantes e diferentes da rotina, um espaço que agregue e reúna um farto material para estudos e pesquisas, aberto a todas as boas pessoas que tenham interesse em aprofundar maiores encantamentos pelos mistérios da vida e seus segredos. 

Desta forma, contemporaneamente os encontros da AMPUP são realizados em um auditório de 100 metros quadrados, com aparelhos de multimídia (data-show), telão, sonorização embutida, ambiente climatizado e capacidade para 70 cadeiras, além de espaço que contém uma biblioteca especializada, um museu (com artefatos adquiridos ao longo de décadas) exclusivamente postado para amostra e pesquisas, espaço para coffee-break, entre outras especiosidades. Um verdadeiro latíbulo para os aventureiros aficionados por esse conjunto de assuntos.

Os membros da AMPUP se reúnem uma vez por mês, o local é na própria residência do presidente da Associação, na cidade de Várzea Grande (centro), sendo, os encontros, estabelecido e firmado a todo último final de semana do mês, com início às 16 horas.


Autor:
Ataide Ferreira da Silva Neto - psicólogo, escritor, conferencista, estudioso sobre as estranhezas psíquicas/parapsicologia, presidente da Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas e Psíquicas (AMPUP), consultor da Revista UFO.

0 comentários:

Postar um comentário