Associação Matogrossense de Pesquisas Ufológicas e Psíquicas

.

Nas profundezas do psiquismo - Segredos ocultos de você mesmo

Conheça nossa loja virtual e adquira o seu livro.

terça-feira, 1 de dezembro de 2020

A Psicologia Anomalística na história da sede da AMPUP

Salão de reuniões – AMPUP
O salão de reuniões onde são realizados os encontros da Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas e Psíquicas (AMPUP) é parte integrante de uma centenária casa, feita de adobo. Mais especificamente, pode-se dizer, que o auditório planejado para o agrupamento dos participantes da AMPUP foi construído na lateral (grudado) a uma antiquíssima casinha, que guarda muitas histórias. [Foto: salão de reuniões – AMPUP]

Ainda não sabemos a data exata de quando a remota residência foi construída, apenas temos o acerto de que a casa tem mais de 100 anos. Segundo informações colhidas, a casinha era a ultima residência solitária de uma época em que a região era zona rural.

Atualmente, a referida casinha mantém-se em sua firme construção, há cômodos que são utilizados para preservar o museu e a biblioteca da AMPUP, além de guardar uma pequena crônica sobre o lugar.

Um local que, há muito tempo atrás, pertencia a uma senhorinha que faleceu ao final da década de 1970, com a idade aproximada de 104 anos (sic). Ela se chamava dona Antônia Elídia Botelho e morou neste lugar até a sua morte. Dona Antônia era conhecida como “Chantoninha”, uma pessoa querida, de estatura pequena e bastante devota.

Antônia Elídia Botelho, conhecida como “Chantoninha”, antecedente moradora da casinha, na imagem é a primeira da esquerda para a direita – Data: 1964 – crédito: Silvia Arruda.
Todos os finais de tarde ela ajoelhava e rezava o terço. Nunca deixou de fazer isso, mesmo com a idade avançada. Conforme informações, a casa é mais antiga do que a própria senhora “Chantoninha”, pois, pelos relatos, quando ela veio residir no local (na época era um sítio), a casa já existia. Dona Antônia veio morar neste lugar pouco tempo após o seu casamento. Ela se tornou viúva muito cedo e, por muito tempo, viveu neste lugar quase que sozinha, sem ter se casado novamente. [Foto: Antônia Elídia Botelho, conhecida como “Chantoninha”, antecedente moradora da casinha, na imagem é a primeira da esquerda para a direita – Data: 1964 – crédito: Silvia Arruda].

Não raro, casas antigas mexem no psicológico das pessoas e, curiosamente, todo este lugar não foge dos contos e “causos” relatados por diversas pessoas que garantiram terem testemunhado, nesta região, acontecimentos “inusitados” dentre as juras de verdade e o olhar atento (e fascinado) da psicologia e parapsicologia. As histórias variam entre contos quase que contemporâneos falando de uma “senhorinha sair de baixo da figueira (que existe até hoje) e desaparecer na frente da casinha”, ou mesmo épicos e afamados casos antigos. Muitos relatos contados e camuflados no drama psicológico das testemunhas; ...e há aqueles que se destacam:

Silvia Arruda (70 anos/ 2020) – tradicional várzea-grandense conhecedora das antigas histórias desta região, esposa do senhor Estevão de Arruda (82 anos/ 2020) – neto da finada “Chantoninha”.
“Mangueiral Assombrado” – local que foi assim apelidado e cuja fama perdurou por muito tempo, mas que foi desaparecendo com o passar dos anos. A história veio à tona, novamente, por uma tradicional várzea-grandense (Sílvia de Arruda – 70 anos/2020) – esposa de um dos netos (Estevão de Arruda – 82 anos/2020) de dona “Chantoninha”. Diz ela: “...as pessoas morriam de medo de passar por ali, eu acho que alguém assombrava propositalmente, só para dar medo nas pessoas, a fama já tinha e o resto você avalia”, assim ela conclui. [Foto: Silvia Arruda (70 anos/ 2020) – tradicional várzea-grandense conhecedora das antigas histórias desta região, esposa do senhor Estevão de Arruda (82 anos/ 2020) – neto da finada “Chantoninha”]

“Cavalo Fantasma” – testemunho de inúmeras pessoas daquela época que diziam que, muitas vezes, um inesperado cavalo, aparentemente enfurecido, vinha galopando por toda a extensão de onde é hoje a Av. Felinto Mulher. Eram relinchares e barulhos que arrepiavam qualquer um que escutasse !!! Acontecimento quase que constante, sempre no horário próximo da meia-noite! O estranho cavalo surgia por essas redondezas e percorria galopeando até onde é hoje a igreja Nossa Senhora do Carmo (próximo à antiga caixa d’água – parte central da cidade), estranheza que aconteciam nas décadas de 40 e 50.

Praça da Igreja Nossa Senhora do Carmo – vista a partir da Av. Couto Magalhães e do outro lado a Av. Felinto Muller – VG, final dos anos 50. Na esquerda, a igreja Nossa Senhora do Carmo ainda com a frente para Couto Magalhães, depois foi demolida e construída de frente para a praça.
Apesar desse relato, atualmente, ser muito difícil de ser encontrado, o conto veio à tona novamente com o depoimento de Sérgio Araújo (66 anos/ 2020), sendo ele outro neto de dona Antônia. Diz ele que o pai (genro de “Chantoninha”), certa vez, testemunhou frente-a-frente o “cavalo-fantasma”, que, segundo conta, soltava fogo nos cascos e não se conseguia ver a cabeça do animal, “surgia do nada” e "por essas redondezas". O próprio presidente da AMPUP já havia escutado tal “causo” contados pelo seu avô paterno e, também, por outros antigos moradores (década de 80). [Foto: Praça da Igreja Nossa Senhora do Carmo – vista a partir da Av. Couto Magalhães e do outro lado a Av. Felinto Muller – VG, final dos anos 50. Na esquerda, a igreja Nossa Senhora do Carmo ainda com a frente para Couto Magalhães, depois foi demolida e construída de frente para a praça].  

Apesar da Psicologia Anomalística se encantar com a “verdade” dessas pessoas, a pergunta fica: histeria coletiva? Criação psicológica? Realidade ou incremento da imaginação? Ou uma mistura das duas coisas? O que eles realmente viram? Independente da resposta: é muito bom relembrar os “causos” que ficaram camuflados na vivência psicológica do nosso povo daquela época.


Autor:
Ataide Ferreira da Silva Neto - psicólogo, escritor, conferencista, estudioso sobre as estranhezas psíquicas/parapsicologia, presidente da Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas e Psíquicas (AMPUP), consultor da Revista UFO.

sábado, 28 de novembro de 2020

AMPUP: ...o ponto de encontro dos pesquisadores !!!

Nos longínquos primórdios encontros da AMPUP, um pequeno grupo de pessoas fascinadas por temáticas inusitadas, se reunia para tratarem de assuntos envoltos a Ufologia e Parapsicologia, isso ocorrido ainda no início da década de 90. Anos posteriores, não se imaginava que este grupo tomaria uma proporção tão gigantesca no Estado de Mato Grosso.

Pesquisador mato-grossense Gédson Borges, palestrando na AMPUP.
O fascínio pelos mistérios da vida e seus segredos nos incumbiu em perpetuar a caminhada, nossos encontros foram fortalecidos com inúmeras temáticas ao “hall” do enigmático, foram inúmeras as pessoas que passaram por nossos encontros.

Dentre tantas pessoas acolhidas, entre: simpatizantes, curiosos, interessados, testemunhos, estudiosos e pesquisadores, a AMPUP, também, teve o privilégio de receber dezenas de ilustres Pesquisadores de fama nacional e internacional.

Estiveram conosco, dezenas de pesquisadores famosos, sendo que, alguns, até antes, eram de nosso conhecimento apenas pelas mídias e/ou livros publicados. Com muito empenho, a AMPUP obteve a satisfação de receber, pessoalmente, tais conceituados estudiosos.

No decorrer de décadas, a AMPUP se empenhou em ter em seu repertório os mais renomados nomes da Psicologia, Psicologia Anomalística/Parapsicologia, Ufologia, Cosmologia e ciências congêneres. Para cada presença ilustre, se dava uma reunião, um congresso, um evento, uma pesquisa de campo, momentos de estudos, entre outras oportunidades diante o tamanho privilégio.

Sócio-fundador da AMPUP; José Carlos Matana - palestrando na AMPUP
Conhecedores e especialistas das mais diversas áreas de estudos aos assuntos de interesse da AMPUP fizeram atuações na associação, prendendo a atenção de inúmeros espectadores participantes. Tivemos desde especialistas locais a pesquisadores de outros estados e, até mesmo, de outros países – cada qual com sua especialidade.

Em Mato Grosso, a AMPUP recolhe os mais dedicados pesquisadores da Ufologia e Parapsicologia, a associação é o ponto de encontro de todas aquelas pessoas que procuram questões profundas sobre os mistérios que cercam a vida e a ciência, na relação com os “Mistérios da Mente Humana e os Enigmas do Universo”.

Em cada uma de nossas reuniões, muitos estudiosos locais se colocam à vontade para expor suas pesquisas, testemunho(s) e ponderações. São pensamentos diversificados que contribuem com valiosas informações, estendendo cada temática para longos momentos de conversas, indagações e esclarecimentos.

A relevância de cada participação se mede pela experiência e fascínio que cada um carrega pelos assuntos citados, não importando a posição social ou formação, o que realmente interessa a AMPUP é um único fator: ser uma pessoa encantada por tópicos “misteriosos”.

Desta maneira, os encontros da AMPUP sempre tem uma temática diferente a apresentar, abordadas por uma pluralidade de participantes e associados, pois abraçamos todos os aficionados, simpatizantes, conhecedores e anônimos da Ufologia e/ou Parapsicologia.

Nesta matéria, citaremos algumas marcantes presenças, correndo o fatídico risco de, talvez, deslembrar algum palestrante ou, simplesmente, por não conseguirmos agregar tantos nomes em decorrência do breve espaço que requer o presente texto.

Assim, além dos palestrantes regionais, tivemos a oportunidade de acolher os seguintes Pesquisadores (pela ordem alfabética):

Ademar J. Gevaerd palestrando – AMPUP
Ademar José Gevaerd (PR) – a maior autoridade e referencia mundial sobre o assunto ufologia, criador e editor da Revista UFO, a mais antiga publicação do gênero da historia mundial, foi o elaborador das revistas: Parapsicologia Hoje (1985 à 1986), PSI-UFO (1986 à 1987), Esotera (2001 à 2002), entre outras. Responsável pelo Grupo Editorial Paracientífico (GEP) que alicerçou inúmeras publicações temáticas. Presidente do Centro Brasileiro de Pesquisas de Discos Voadores (CBPDV), representante brasileiro no Center for UFO Studies (CUFOS), diretor da Mutual UFO Network (MUFON). [Foto: Ademar J. Gevaerd palestrando – AMPUP]

Arthur Ferreira palestrando – AMPUP
Arthur Sérgio Ferreira Neto (RJ) – Pesquisador que optou dedicar inteiramente à pesquisa e ao estudo da presença alienígena na Terra, especialmente realizando investigações de campo. Já percorreu inúmeras regiões do país para fazer o levantamento de novos casos ufológicos, a exemplo da Chapada Diamantina. Sobretudo, a sua área de mais concentração é a Serra de Beleza, no oeste do Rio de Janeiro, onde se somam mais de 400 vigílias ufológicas. [Foto: Arthur Ferreira palestrando – AMPUP]

Foto: Carlos Machado e Ataide Ferreira (AMPUP)
Carlos Alberto Machado (PR) 
– ufólogo, professor, documentarista, pesquisador e escritor, Doutor pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, um dos maiores especialistas nas investigações sobre estranhos acontecimentos no âmbito de Mutilações de Animais, fenômenos que ficaram conhecidos como “Chupa cabras” e foi um dos mais dedicados pesquisadores sobre misteriosas Mutilações Humanas e acontecimentos que ficaram conhecidos como fenômeno ‘chupa-chupa”. Machado realizou inúmeras buscas e entrevistas com criadores, cientistas e pesquisadores sobre os referidos enigmáticos fenômenos que assolaram o Brasil há décadas. Foi o único pesquisador a elaborar detalhadas informações estatísticas, também, se dedicou a recolher imagens e depoimentos impressionantes. Autor dos livros “Olhos de Dragão: Reflexões para uma nova realidade” e “Estranha Colheita: Mutilações humanas do insólito”. [Foto: Carlos Machado e o pesquisador Ataide Ferreira (AMPUP)]

Dra. Clô Guilhermino palestrando na AMPUP
Clô Guilhermino (SP) – Psicóloga, Mestre em Psicologia Clínica pela Universidade Autônoma do México (UNAM), com especialização em PARAPSICOLOGIA, Psicoterapeuta Especializada em Fenômenos Paranormais do CLAP (Centro Latino Americano de Parapsicologia) - 1977 à 1983, Diretora e Psicoterapeuta do Self – Instituto Integrado de Psicologia e Parapsicologia -1983 à 1986, Practitioner em Programação Neurolingüística, Master Practitioner em Programação Neurolingüística, Designer Human Engeneer ( Projetista de Engenharia Humana). Toda sua formação em PNL foi realizada nos EUA com o criador da PNL - Richard Bandler. Também foi aluna direta do afamado Dr. Oscar Gonzales Quevedo (Padre Quevedo). [Foto: Dra. Clô Guilhermino palestrando na AMPUP]

Presidente da AMPUP (Ataide Ferreira) e o pesquisador Gener Silva
Gener Silva (SP) – Conselheiro Especial da Revista UFO, Diretor Fundador do INAPE – Instituto de Astronomia e Pesquisas Espaciais (ONG) – Araçatuba/SP. Membro da Comissão Brasileira de Ufólogos – CBU, um dos protagonistas convidados representando a CBU para o encontro Histórico em Brasília com altas patentes do Ministério da Defesa (com a presença das Três Armas: Aeronáutica, Marinha e Exército) para discutir a liberação de documentos oficiais brasileiros sobre OVNI´s. Pesquisador da Ufologia a mais de 30 anos e estudioso divulgador da Astronomia e Astronáutica, prestando serviço á comunidade através de palestras, cursos e demonstrações públicas voluntárias. Idealizador e coordenador da requisitada série de Eventos COSMOS: encontro responsável em retratar assuntos da Astronomia e Ufologia, uma série que teve ilustres pesquisadores como Ronaldo Rogério de Freitas Mourão e o astronauta brasileiro Marcos Pontes, entre outros, incluindo (no mesmo Evento) inúmeros famosos nomes da Ufologia. A idealização do COSMOS é a mais antiga série brasileira sobre o tema Ufologia e Astronomia. Participou como palestrante de inúmeros eventos nacionais e internacionais sobre Ufologia e também abrangendo assuntos da Parapsicologia. [Foto: Presidente da AMPUP (Ataide Ferreira) e o pesquisador Gener Silva]

Psicóloga Gilda Moura ao lado do presidente da AMPUP
Gilda Moura (RJ) – Psicóloga clínica, hipnóloga, pesquisadora da parapsicologia, conferencista e escritora, profissional atuante da cidade de Rio de Janeiro, com muitos anos de estudos de fenômenos anômalos, especialmente abdução. Foi Co-diretora da Fundação Kairos, da Universidade de Illinois em Chicago, somando um estudo de seis anos sobre Estados Alterados da Consciência e Mapeamento Cerebral, pesquisando quatro grupos no Brasil. Foi conferencista no “Abduction Study Conference” no M.I.T, Ma, USA em 1996. Autora dos livros: Transformadores de Consciência: UFO contato alienígena [Editora do Conhecimento], Rio Subterrâneo [Record e Editora do Conhecimento] e O Segredo de Velázquez [Editora Jaguatirica Digital]. É consultora científica da revista Cons-ciência do CTEC, da Universidade Fernando Pessoa, no Porto. É Consultora Científica, membro fundador e atuou como vice-presidente da IMAGINAL (Associação Portuguesa de Hipnose Clínica Experimental) e da Alubrat Portuguesa e membro da Diretoria da Academy of Close Encounters Therapist - ACCET – USA, e da APO – Associação de Pesquisa OVNI, Portugal. [Foto: Psicóloga Gilda Moura ao lado do presidente da AMPUP]

Pesquisador João Marcelo (á direita) ao lado da associada ativa da AMPUP (Danielle Cardoso Hayakawa)
João Marcelo Marques Rios (MG) – colecionador fascinado pelas reportagens ufológicas, especialmente, sobre os temas veiculados pelo fantástico nos anos 80.  Desde 1991 iniciou a peregrinação de obter reportagens e acumular vídeos de ufologia, é reconhecido como o maior colecionador brasileiro de reportagens de vídeo sobre o fenômeno UFO, apresenta um acervo contendo mais de 1.000 (mil) itens, inclusive com reportagens raras e históricas e, também, palestras, documentários, filmes, etc. Em 1996 participou da investigação do Caso Varginha, colaborando inclusive com localização de testemunhas. Hoje possui canais no YouTube e Dailymotion aonde compartilha seu acervo, legenda vídeos inéditos no Brasil e participa de eventos de ufologia e viagens de pesquisa. [Foto: Pesquisador João Marcelo (á direita) ao lado da associada ativa da AMPUP (Danielle Cardoso Hayakawa)]

Ataide Ferreira (presidente da AMPUP) ao lado do pesquisador Joston Miguel Silva (in memoriam)
Joston Miguel Silva (DF) – (in memoriam) – Psicólogo, psicopedagogo, parapsicólogo, um dos mais afamados nomes da parapsicologia brasileira, fundador do Centro de Parapsicologia de Brasília e do Núcleo de Estudos dos Fenômenos Paranormais da Universidade de Brasília, foi apresentador do programa Terceira Visão (Bandeirantes/SP), Mestre em Psicologia Experimental e Psicoterapia Comportamental, autor de vários livros no âmbito da Psicologia e Parapsicologia. Joston esteve com o presidente da AMPUP, em abril de 2015, planejando animadamente um grandioso congresso de Parapsicologia para ser realizado no estado de Mato Grosso, porém, passado alguns dias, lamentavelmente, o professor Joston Miguel faleceu. [Foto: Ataide Ferreira (presidente da AMPUP) ao lado do pesquisador Joston Miguel Silva (in memoriam)]

Ataide Ferreira e Katia Xavier – famosa testemunha do “Caso Varginha”
Katia Andrade Xavier (MG) – uma das principais testemunhas ocular daquilo que ficou conhecido como “Caso Varginha”, tornando-se um dos maiores casos da ufologia mundial, e, vinte anos depois, ainda não existem explicações convencionais para o que aconteceu! O fato ocorreu no dia 20 de janeiro de 1996 e nunca ficou esquecido na memória de Katia Xavier. Apesar dos deboches e críticas, Katia Xavier vem á tona reafirmar toda a história daquilo que ela jura que viu. [Foto: Ataide Ferreira e Katia Xavier – famosa testemunha do “Caso Varginha”]

Pesquisadores Leonardo Martins (camisa verde) e Ataide Ferreira (sentado no chão) em investigação de campo - colhendo relatos pelo estado de Mato Grosso.
Leonardo Breno Martins (MG) – Psicólogo formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Mestre e Doutor em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo (USP) e membro do Laboratório de Psicologia Anomalística e Processos Psicossociais (Inter Psi), também da USP. Especializado no estudo científico/acadêmico de experiências anômalas/parapsicológicas. Responsável pela produção de dissertação de Mestrado correlacionando Ufologia e Psicologia, partindo da hipótese de que supostos contatados e abduzidos são pessoas perfeitamente normais, sem nenhum distúrbio aparente, contrariando os críticos e os céticos. Palestrante e autor de diversos artigos científicos sobre esses temas no Brasil e no exterior. [Foto: Pesquisadores Leonardo Martins (camisa verde) e Ataide Ferreira (sentado no chão) em investigação de campo - colhendo relatos pelo estado de Mato Grosso]

Marco A. Petit ao lado do pesquisador Ataide Ferreira (AMPUP)
Marco Antônio Petit de Castro (RJ) – respeitado pesquisador e uma das maiores autoridades brasileiras no assunto UFOLOGIA, autor de 8 livros sobre a temática, é presença constante em documentários do History Channel. Já esteve no programa do Jô Soares, Ana Maria Braga, Encontro com Fátima Bernardes, estre outros. [Foto: Marco A. Petit ao lado do pesquisador Ataide Ferreira (AMPUP)]

Marco Leal em atividade de campo na Chapada dos Guimarães /MT
Marco Aurélio Leal (SP) – membro e idealizador do G.E.P.U.S (Grupo de Estudos e Pesquisas Ufológicas de Sorocaba), consultor da Revista UFO, autor do livro “Caçadores de OVNIS” – obra conjunta com o Pesquisador da Ufologia Paulo Aníbal. Um dos mais ativos Pesquisadores de Campo da ufologia brasileira. Foi produtor de um episódio da série “Chasing Ufos” no Brasil – (Caso Varginha) – National Geographic e um dos produtores no Brasil do documentário – Filme “The 701”produzido pelo documentarista americano James Fox. Esteve pesquisando na região da famosa Área 51 (EUA) e realizou entrevista com o Astronauta Fred Gregory da NASA, em 2012. [Foto: Marco Leal em atividade de campo na Chapada dos Guimarães /MT]

No centro Dra. Mônica Borine, ao lado esquerdo o pesquisador Gener Silva e a direita o presidente da AMPUP
Mônica Borine (SP) – Psicóloga Clínica desde 1989, Doutorada em Psicologia da Saúde em Avaliação Psicológica na Saúde Mental (Psicopatologias) e Mestrado em Psicologia da Saúde em Neuropsicofisiologia da Consciência, Cognição e Emoção pelo Instituto de Psiquiatria e neurologia da USP/UMESP. Pós graduações em Psicologia da Consciência, Psicologia Transpessoal (INIC-Instituto Integral da Consciência), Psicoenergética da Consciência e Psicologia Energética Corporal (New York Institute Core Energetics), trainner-trainning em Análise Bioenergética e PLN. Hipnóloga clínica desde 1980 pelo Centro Oswaldo Cruz – USP/SP. Yogaterapia e Psicologia Tibetana com formação em Rishikesh, Índia. Estudiosa dos fenômenos anômalos com OVNIS e contatados à mais de 30 anos com ênfase na prática clínica e com grupos, levando seus estudos para as áreas acadêmicas da Psicologia e da Consciência. Membro da ASSC (Association for the Scientific Study of Consciousness). Criou em 2003 a pioneira especialização no Brasil para terapeutas no tratamento de abduzidos (vide revista UFO 88). Participou de diversos programas de TV como convidada, entre eles do Jô Soares (Rede Globo, 2004) levando o tema: Abduções e Síndrome do Pânico; na TV à cabo de Lisboa: Hipnose clínica em contatados e abduzidos, (Programa do Além, na TV portuguesa que foi ao ar diariamente, 1998). Autora de artigos científicos como: O Fenômeno OVNIS, síndrome da abdução e a expansão da consciência; Consciência e desenvolvimento humano: OVNIS e abduções, fenômenos anômalos afetando e alterando a consciência (Anais da Fundação Ocidente, BA, 2006); Síndrome da abdução e o psicológico (Revista Isto É gente, SP, 2005); Síndrome da abdução: Um alerta aos profissionais da Saúde: (Anais do I Fórum Mundial de Ufologia, Brasília DF, 1997); Wilhelm Reich, orgonomia e os OVNIS: contato com o espaço (Anais do I Congresso Internacional W. Reich, SP, 2010); Hipnose Clínica em casos de avistamentos de OVNIS e possíveis contatos com "alienígenas" (II Congresso Projeto Evolução para a Vida, SP, 1996); Hipnose clínica em pessoas que se dizem abduzidas por OVNIS (curso pós congresso, Além e Aquém do cérebro, Bial, Lisboa, 1998); Como as emoções influenciam a nossa vida (Revista científica UMESP, 2006); Psicologia da Consciência (QualityMark, RJ, 2007). Autora dos livros: Core Energetics Psicoterapia Energética Corporal (Allprint, 2006); Reflexões em Psicologia da Consciência (C. dos autores, 2005); W. Reich & J. Pierrakos: orgonomia e terapia evolutiva (Spiro, SP, 2010); "Verdades que só eu sei: diário de uma abduzida por UFOS" (2014). [Foto: No centro Dra. Mônica Borine, ao lado esquerdo o pesquisador Gener Silva e a direita o presidente da AMPUP]

Paulo Aníbal (esquerda) em atividade de campo com o pesquisador Ataide Ferreira (AMPUP) - Chapada dos Guimarães/MT.
Paulo Aníbal G. Mesquita (SP) – biólogo, professor, ufólogo membro do grupo EXO-X de pesquisas ufológicas. Autor do livro "CAÇADORES de OVNIs". Consultor da revista SEXTO SENTIDO, pesquisador de campo, atua no ambiente das ocorrências ufológicas para apuração de evidências físicas e biológicas (marcas de pouso, alterações físico-químicas, conseqüências ambientais, etc.). Divulgador da Exo-biologia e responsável pela formulação de um mini-curso de Exobiologia numa universidade do interior do estado de São Paulo e do “ciclo exobiologia” do Observatório Astronômico Municipal de Diadema, sendo o 1° ufólogo a atuar na questão extraterrestre sob apoio de uma instituição astronômica oficial. Pesquisador na área da criptozoologia (chupa cabras, mapinguari e outros seres “desconhecidos”). Já realizou inúmeras pesquisas de campo em quase todo o território brasileiro. Já participou de inúmeros programas de TV e rádio com o objetivo principal de divulgar a ufologia e os trabalhos do grupo EXO-X. [Foto: Paulo Aníbal (esquerda) em atividade de campo com o pesquisador Ataide Ferreira (AMPUP) - Chapada dos Guimarães/MT]

Thiago Luiz Ticchetti fazendo palestra, atendendo ao convite da AMPUP
Thiago Luiz Ticchetti (DF) – Administrador de empresas, escritor, co-editor, tradutor e responsável por inúmeras publicações na Revista UFO desde 1997. É consultor e coordenador internacional da referida publicação, responsável pela coluna mensal “Mundo Ufológico”. Autor dos livros: Quedas de UFOS – Casos confirmados de acidentes com Disco Voadores e resgates de seus tripulantes em todo mundo [Editora CBPDV]; Arquivos UFO – Casos Ufológicos [produção independente], entre outros. Foi membro e vice-presidente da Entidade Brasileira de Estudos Extraterrestres (EBE – ET), com sede em Brasília/DF. [Thiago Luiz Ticchetti fazendo palestra, atendendo ao convite da AMPUP]

Wagner Borges palestrando para os membros da AMPUP
Wagner d’Eloy Borges (SP) – pesquisador espiritualista, estudioso de assuntos ao rol da parapsicologia, professor, conferencista, radialista – apresentador do programa “Viagem Espiritual” (Rádio Mundial/SP – 95,7 FM), projetor extrafísico, escritor, autor de onze livros dentro da temática projetiva e espiritual, consultor da Revista UFO e colaborador de várias outras revistas como: Sexto Sentido, Espiritismo e Ciência, Revista Cristã de Espiritismo, Caminho Espiritual, Jornal O Legado. Fundador do Instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bioenergéticas (IPPB). [Foto: Wagner Borges palestrando para os membros da AMPUP]


A AMPUP também recebeu, com muita honra e carinho, os seguintes pesquisadores internacionais:

Membro ativo da AMPUP; Rafael Barros (esquerda) e o pesquisador Carlos Ferguson
Carlos Ferguson (Argentina) – ufólogo desde 1976, quando teve a sua primeira experiência com um objeto em formato discoide, o primeiro ufólogo civil convocado pela Força Aérea Argentina (FAA) para pesquisar oficialmente o fenômeno UFO pelo seu país. Membro integrante da Comissão para Estudos de Fenômenos Aereoespaciais. Foi coordenador da RED Argentina de Ufologia; realizou centenas  de palestras e pesquisas sobre Ufos ... Autor de 5 livros: Aterragem de Ufos na Argentina / Encontros entre pilotos e OVNIs / Objetos subaquáticos / OVNIs em Mar del Plata / OVNIs em La Plata. Tem contribuído com estudos teóricos em Ufologia: estatísticas sobre aterragens, humanóides, pegadas, teleportos, etc. [Foto: Membro ativo da AMPUP; Rafael Barros (esquerda) e o pesquisador Carlos Ferguson]

Da esquerda para a direita: Danny Mackerle, Ataide Ferreira e Ivan Mackerle
Ivan Mackerle (Tchecoslováquia) – (in memoriam) – pesquisador, criptozoologista, escritor, documentarista de fatos estranhos e misteriosos, realizou inúmeras expedições por vários países, foi diretor do grupo de pesquisas "Mysterious", autor de vários livros e publicações de 1998 a 2002, foi editor-chefe da revista de Parapsicologia tcheca Fantastická fakta (Fatos Fantásticos). Foi um dos mais ativos pesquisadores a investigar castelos supostamente mal-assombrados em toda a Tchecoslováquia. As pesquisas de Ivan Mackerle teve o fiel acompanhamento de seu filho Danny Mackerle, que deu continuidade ao trabalho do pai. [Foto: ...da esquerda para a direita: Danny Mackerle, Ataide Ferreira e Ivan Mackerle]

Luis Aparicio na sede da AMPUP
Luis Aparicio (Portugal) – dedicado pesquisador da ufologia de Portugal, presidente da Associação Portuguesa de Pesquisa OVNI (APO) – www.apovni.org – uma associação, sem fins lucrativos, destinado à pesquisa e divulgação do fenômeno UFO, utilizando todos os respaldos acadêmicos. Tem uma vasta experiência em investigações “in loco”, já viajou há vários países a procura de acontecimentos, pessoas e pesquisadores que tenham algum envolvimento ao fenômeno OVNI. Esteve no Brasil buscando maiores informações sobre as pesquisas Mato-grossense, veio pessoalmente conhecer a AMPUP, mostrando especial atenção para com as investigações que envolvem as regiões de Chapada dos Guimarães e Barra do Garças. [Foto: Luis Aparicio na sede da AMPUP]

Margherita Detomas (esquerda) acompanhada dos pesquisadores internacionais Roberto Pinotti (centro) e Carlos Ferguson (direita)
Margherita Detomas (Itália) – escritora, jornalista profissional e diretora de cinema italiano. Frequentou as Escolas Superiores Linguísticas em Bolzano. Iniciou sua atividade no jornalismo em 1988 escrevendo para jornais e revistas nacionais italianas. Desde 1994 vem desenvolvendo trabalhos para programas televisivos e radiofônicos para a ilustre sede da RAI (Rádio e Televisão Italiana) – Bolzano, com espaço para sessão de crônicas e atualidades variadas.  Pesquisadora apaixonada por explorações, culturas e enigmas do passado, divulgou os resultados de suas pesquisas nas revistas especializadas e em congressos internacionais. Recente autora de um livro dedicado exclusivamente ao misterioso desaparecimento do coronel britânico P.H.Fawcett e as suas últimas explorações na América Latina e ao longo dos grandes rios da Amazônia. Tem ligação direta  com o Brasil desde 1996, acompanhou em suas viagens o explorador e escritor britânico Timothy Paterson sobre os vestígios de seu tio-avô, o célebre explorador Percy Harrison Fawcett. Depois da morte de Paterson, ocorrida em 2004, publicou vários artigos na revista “Archeomisteri” e em outras revistas do setor, onde apresentou ao público italiano, com pormenores inéditos, a vida e as aventuras desses dois personagens famosos. [Foto: Margherita Detomas (esquerda) acompanhada dos pesquisadores internacionais Roberto Pinotti (centro) e Carlos Ferguson (direita)]

Roberto Pinotti e o conferencista Ataide Ferreira (AMPUP)
Roberto Pinotti (Itália) – graduou-se em ciências políticas e sociologia pela Universidade de Firenze e em administração de empresas pelo Instituto Superior de Economia e Gestão Empresarial de Lugano, Suíça. Também é jornalista científico, trabalhou como sociólogo e como técnico na área aeroespacial na Agência Espacial Italiana (ASI) e na Agência Espacial Europeia (ESA). Pinotti é reconhecido como o mais ilustre pioneiro da Ufologia Italiana, a qual se dedica desde 1975, sendo presidente do Centro Ufológico Nazionale (CUN) e diretor das revistas UFO Notiziario e Archeomisteri, além de ser correspondente internacional e consultor da Revista UFO. Teve participação nas atividades do projeto Search for Extraterrestrial Intelligence [Busca por Inteligência Extraterrestre, SETI] e coordena há mais de uma década importantes simpósios científicos na Itália e na República de San Marino. O ufólogo é um dos mais requisitados conferencistas internacionais na área e já viajou por todo o mundo - passando algumas vezes pelo Brasil - participando de eventos, o que lhe proporcionou a publicação de inúmeros artigos explicativos e enciclopédicos na Espanha, Romênia, Alemanha e Estados Unidos. Pinotti escreveu diversos textos para a Revista UFO abordando temas como religião, casuística e folclore, nos quais fez análise da multiplicidade da manifestação alienígena no planeta desde os tempos bíblicos. Autor de vários livros consagrados, entre eles OSNIS: Objetos Submarinos Não Identificados [Coleção Biblioteca UFO], atua como consultor do governo italiano para assuntos ufológicos. [Foto: Roberto Pinotti e o conferencista Ataide Ferreira (AMPUP)]

Autor:
Ataide Ferreira da Silva Neto - psicólogo, escritor, conferencista, estudioso sobre as estranhezas psíquicas/parapsicologia, presidente da Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas e Psíquicas (AMPUP), consultor da Revista UFO.

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Pesquisas de Campo e/ou Vigílias Ufológicas - AMPUP

Reunir pessoas de interesses comuns na AMPUP é uma animação contagiante; a empolgação se encube de travar um leque de curiosidades, abrangendo diversidade de conversas e intrigantes trocas de experiências e testemunhos. O contexto fica muito mais animador quando acontecem, especialmente, as chamadas “Pesquisas de Campo”, assim como, as vigílias ufológicas.

A atividade em campo incentiva toda a Equipe da AMPUP; e os ânimos ficam acirrados, a expectativa de desbravar “in loco” algum fenômeno pertencente ao repertório da conjunção de nossa linha de pesquisa, faz com que um considerável número de associados agende tal participação.  Apesar de a AMPUP apresentar um amplo numero de participantes, toda a Pesquisa de Campo ou Vigília Ufológica é realizada com todo o cuidado e atende a um rigoroso roteiro de planejamentos e organização. 

O meticuloso processo de Pesquisa de Campo (ou vigílias) é administrado e elaborado pelo nosso Coordenador de Pesquisa de Campo – Glédson Borges, um experiente Pesquisador de Campo e profundo conhecedor sobre os assuntos pautados pela AMPUP, além de apresentar, em sua grade curricular, um imponente preparo militar, conhecimento de selva e técnicas de sobrevivência. 

Quando há oportunidade para a produção de uma Pesquisa de Campo, em que envolva grande participação de pessoas da AMPUP, é feito toda uma imponente elaboração de preparo, além de conversas pré-estabelecidas e todo um processo de treinamento e conhecimentos necessários.

Após todo método de preparo, dá-se inicio ao vibrante comboio de aventureiros, numa caçada há invejar “Indiana Jhones” !!!  ...o momento de Atividade de Campo é o auge para os pesquisadores, momento em que a prática vem cortejada de empolgação, divertimento, contemplação e, é claro: expectativas !!!

A atividade de Campo, especialmente a Ufológica, é um momento impar, uma pratica que, geralmente, envolve contato com a natureza, contemplação de um céu estrelado, divagações filosóficas, conhecimento astronômico, trocas de experiências, contexto de solidariedade, amizades, diversão e, por vezes, o privilegio da visualização de um fenômeno Ufológico. É um momento em que se foge da rotina, saindo do hábito padronizado e buscando a peripécia do diferente, num sentimento inspirador de que, realmente, há algo de inusitado para além de nosso cotidiano mundano.

Atividade de Campo: AMPUP
Na maioria das vezes, a localidade de Pesquisa de Campo realizado pela AMPUP é escolhida obedecendo ao repertório de acontecimentos e casuísticas mato-grossense. Em muitas oportunidades, a região optada é algum ponto de destaque em referencia para os pesquisadores, não apenas pelos demasiados testemunhos de pessoas, que afirmam terem presenciados UFOS nas redondezas, mas, também, pelas deslumbrantes belezas que a localidade possui.

Não raro, nossas atividades de campo, também incluem, explanações sobre astronomia, assim como, o manuseio e observação através de telescópios, fazendo com que os participantes, que nunca tiveram o privilégio de utilizar o instrumento de observação astronômica, possam experimentar o equipamento, sendo este um detalhe acrescentado para atiçar, ainda mais, o fascínio das pessoas pelo universo e seus mistérios.

Através das investigações e das pesquisas em campo, os participantes da AMPUP interagem com mais desenvoltura aos assuntos que tanto nos intrigam; daquilo que é alvo de nossas insaciáveis especulações ao âmbito do misterioso.

domingo, 22 de novembro de 2020

Histórico da AMPUP até a Atualidade

As reuniões da AMPUP apresenta um decorrer histórico cambaleado em muitas “idas e vindas”, incialmente foram diversos encontros disparados em varias direções aleatórias.

Os primeiros encontros ensaiados para o desenvolvimento dos estudos e pesquisas da Ufologia e Parapsicologia surgiram em meados de 1989. Tratavam-se de pequenas reuniões, na cidade de Cuiabá, em casas de simpatizantes para com a temática Ufologia, primariamente denominados de Grupo Cuiabano de Pesquisas Ufológicas (GCPU) sob a coordenação de um pesquisador chamado João Batista. No entanto, os encontros apresentavam-se esporádicos e com mínimo de componentes, obtendo, com o tempo, a escassez de participantes e o descarte da possibilidade contínua do grupo.

Com a extinção do GCPU em 1990, emerge em outubro de 1992, a Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas (AMPU), um pequeno e dedicado grupo – 08 pessoas – sob a coordenação do inglês Rhurssel – onde os encontros eram realizados na sede de uma escola de inglês – em Cuiabá/MT.

A AMPU retratava um grupo científico de estudos referentes à UFO´s, que após, substituição da coordenação Rhurssel, em meados de 1993, surge Ataide Ferreira da Silva Neto, onde voltou-se intuito aos estudos direcionados nos aspectos da Ufologia e Parapsicologia, mas devido a problemáticas e escassa localidade p/ reuniões, a AMPU manteve-se ativa até setembro de 1993.

Foi sob apoio da Reitoria da Universidade de Cuiabá (UNIC), que se retomou, em maio de 1996, o profundo incentivo às pesquisas Ufológicas e Parapsicológicas, cujo grupo, passou a ser denominado: Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas e Parapsicológicas (AMPUP).

A nós da AMPUP foi cedido, pela UNIC, um espaço para que estudos e pesquisas referentes aos mistérios da Ufologia e Parapsicologia fossem desenvolvidos naquele estabelecimento de ensino.

Após a cortesia do estabelecimento mencionado, a AMPUP se retirou do mesmo, em meados de 2001, para a continuidade de seus estudos em outro espaço emprestado, cujas reuniões realizavam-se numa sala na Av. Carmindo de Campos – Cuiabá.

Por fim, mediante todo um decorrer com muita multiplicidade de fatores, seguiu-se que, sendo a associação um grupo de pesquisadores científicos não só no aspecto da Ufologia, mas principalmente para com a psique humana (entre psicólogos, estudantes de psicologia, psicanalistas, neurologistas...), interessados no maravilhoso mundo da MENTE HUMANA (psicologia, PNL, psicossomática, sonhos...), nos mistérios psíquicos, em todos os contextos, absorvendo e abordando todos os ramos de estudo do psiquismo, optou-se, portanto, pela apropriada denominação: Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas e PSÍQUICAS (AMPUP), aberto aos profundos interessados (profissionais ou não) nos mistérios da mente humana (psicologia, parapsicologia, PNL, neurologia, etc...), assim como, as incógnitas do Universo (astronomia, Ufologia, UFO-arqueologia, física quântica...).

Os encontros da AMPUP foram ganhando adesão de muitas pessoas encantadas pela temática, entre curiosos, simpatizantes, interessados e profundos pesquisadores, passando a fortalecer o seu publico e o elo de amizades. As pesquisas da AMPUP passaram a ser amplamente divulgados em meios especializados no assunto – revistas, jornais e meios televisivos.

Desde a sua criação, a AMPUP vem ganhando adeptos e fama nacional e internacional, sendo esta associação um dos grupos brasileiros mais bem sucedidos sobre o assunto relacionado.

Atualmente, somos um forte grupo no estado que aborda diversas temáticas no âmbito do “inusitado”, já passaram por nossos encontros centenas de pessoas. Porém, desta vez, temos um amplo espaço exclusivo para as nossas reuniões. Tudo construído com imenso carinho para acolher, confortavelmente, os mais variados simpatizantes, entusiastas e pesquisadores. O propósito conquistado foi a elaboração de um agradável recinto particular para poder recepcionar dignamente as pessoas apaixonadas por conversas empolgantes e diferentes da rotina, um espaço que agregue e reúna um farto material para estudos e pesquisas, aberto a todas as boas pessoas que tenham interesse em aprofundar maiores encantamentos pelos mistérios da vida e seus segredos. 

Desta forma, contemporaneamente os encontros da AMPUP são realizados em um auditório de 100 metros quadrados, com aparelhos de multimídia (data-show), telão, sonorização embutida, ambiente climatizado e capacidade para 70 cadeiras, além de espaço que contém uma biblioteca especializada, um museu (com artefatos adquiridos ao longo de décadas) exclusivamente postado para amostra e pesquisas, espaço para coffee-break, entre outras especiosidades. Um verdadeiro latíbulo para os aventureiros aficionados por esse conjunto de assuntos.

Os membros da AMPUP se reúnem uma vez por mês, o local é na própria residência do presidente da Associação, na cidade de Várzea Grande (centro), sendo, os encontros, estabelecido e firmado a todo último final de semana do mês, com início às 16 horas.


Autor:
Ataide Ferreira da Silva Neto - psicólogo, escritor, conferencista, estudioso sobre as estranhezas psíquicas/parapsicologia, presidente da Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas e Psíquicas (AMPUP), consultor da Revista UFO.

II Congresso Cuiabano: “Mistérios da Mente Humana e os Enigmas do Universo” – (março de 2019)

Aqui, no site da AMPUP, não poderíamos deixar “passar batido” um resumo do Evento que realizamos em 2019 e que nos encheu de orgulho.

A segunda edição do Congresso de Ufologia e Parapsicologia de Cuiabá, realizado pela Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas e Psíquicas (AMPUP), teve três dias de intensa imersão em assuntos que chamam a atenção e instigam a curiosidade:  “UFOs e seus tripulantes no Brasil”, “O governo brasileiro e o Fenômeno UFO”, “Caso Varginha: novas e impressionantes revelações”, “Pesquisa de Campo na Serra da Beleza”, “Tipologia Extraterrestre”, “Parapsicologia no contexto científico” e “Agroglifos: mensagens extraterrestres em plantações”.

Dentre os palestrantes, tivemos nomes reconhecidos nacional e internacionalmente pelos estudos e pesquisas acerca destes assuntos, como A. J. Gevaerd, editor da Revista UFO, de Curitiba (PR), a mais antiga publicação sobre discos voadores do mundo. Também participam Marco Aurélio Leal (SP), Arthur Ferreira (RJ), Thiago Ticchetti (DF), João Marcelo (MG), Gledson Borges (MT), e Ataíde Ferreira Neto, presidente da Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas e Psíquicas (AMPUP).

O evento aconteceu no espaço do 2º piso do Várzea Grande Shopping e teve início na noite de sexta-feira (29). No sábado, o evento iniciou a partir das 14h00, os palestrantes foram Arthur Ferreira e Thiago Ticchetti que cativaram a atenção do publico mostrando pesquisas intrigantes no assunto Ufologia. Após o intervalo, momento em foi servido um coffee-break, entraram em ação João Marcelo, que trouxe descobertas e novidades sobre o Caso Varginha e posteriormente  A. J. Gevaerd, para encerrar a noite.  No domingo (31), foi a vez do membro da AMPUP e pesquisador Gledson Borges que abordou o assunto da Parapsicologia, seguido, logo depois, pelo Gevaerd, que encerrou o evento com o tema “Agroglifos”.

Foi um extraordinário evento que, inicialmente, o intuito era inaugurar a “sede” da AMPUP, até então, uma recente construção de um espaço próprio para a recepção das reuniões dos associados. Porém, o referido espaço comporta apenas 70 (setenta) cadeiras e, sendo que a demanda de interessados em participar do Evento foi muito grande, acabou decidindo que o Evento teria que ser num local mais amplo que pudesse recepcionar todos os interessados. Enfim, o Congresso aconteceu e acolheu 160 pessoas, resultando no maior sucesso ! 

Momento de Confraternização: conferencistas e membros da AMPUP - sede da Associação.
Logo após o Evento, o salão da AMPUP acabou servindo como o desfecho para um caloroso encontro de confraternização entre membros da Associação e os conferencistas, momento em que foram servidos a regalia da tradicional e afamada peixada cuiabana, culinária administrada e feita por um antigo aficionado membro da AMPUP; Robson Lima de Castro.

O Evento teve um enérgico apoio da Revista UFO, a mais antiga publicação sobre discos voadores do mundo.  


Autor:
Ataide Ferreira da Silva Neto - psicólogo, escritor, conferencista, estudioso sobre as estranhezas psíquicas/parapsicologia, presidente da Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas e Psíquicas (AMPUP), consultor da Revista UFO.

Os Imponentes Congressos realizados pela AMPUP

A Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas e Psíquicas (AMPUP) é o maior e o mais organizado grupo brasileiro de pesquisas sobre assuntos no âmbito do misterioso. O grupo agrega pessoas fascinadas por temáticas intrigantes e inusitadas, carregando em seu slogan a resenha “Mistérios da Mente Humana e os Enigmas do Universo”. Tal slogan é o alicerce para que a AMPUP siga encorajando a travar empolgantes conversas, muitas delas, elaboradas em grandiosos eventos e congressos, trazendo para Mato Grosso os mais renomados nomes da Ufologia e Parapsicologia nacional e internacional.

O primeiro imponente congresso internacional com a temática Ufologia e Parapsicologia, planejado e administrado pela AMPUP aconteceu em junho de 2004, na cidade mato-grossense de Barra do Garças, nas proximidades da mística Serra do Roncador. Este evento teve o apoio da Prefeitura da cidade de Barra do Garças e um forte amparo da agência Aventur Turismo. Foi um marco histórico, um pioneirismo para o estado de Mato Grosso, em especial, para a região do Vale do Araguaia, que pode reunir ilustres pesquisadores, muitos das quais, profissionais de Psicologia, doutores e especialistas falando sobre assuntos diversos dentro do vasto repertório da Psicologia Anomalística, Parapsicologia e Ufologia. 

Após o primeiro evento de 2004, formou-se e somaram-se grandes amizades, reforçando a adesão de maior número de pessoas para com a família AMPUP, associados que, inclusive, prevalecem como participantes ativos até a atualidade. 

Depois do pioneiro pomposo evento, a AMPUP continuou nas elaborações e realizações de palestras e outros pequenos encontros mensais, mas, somente dez anos após, já em 2014, a AMPUP se embrenhou em realizar dois outros grandiosos congressos, quase que paralelamente. Tais eventos, também, foram amparados no slogan “Mistérios da Mente Humana e os Enigmas do Universo”; sendo um ocorrido no auditório do Senai, na cidade de Várzea Grande, e o outro, retornando, na cidade de Barra do Garças/MT.

Este segundo Congresso de Ufologia e Parapsicologia do Vale do Araguaia, em Barra do Garças, contou com um maior número de palestrantes, nacionais e internacionais, mais expressivo do que a primeira versão.

Outro evento, que superou expectativas, aconteceu ao ano de 2016, com o patrocínio do Governo do Estado de Mato Grosso e apoio da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico do Estado. Com a participação de grandioso público, que superou a marca de 800 participantes, o evento aconteceu em um dos auditórios do Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá.O congresso de 2016 reuniu cientistas e estudiosos de diversas cidades do país para discutir as novidades e últimas descobertas do universo da ufologia e Psicologia Anomalística/Parapsicologia. Ao todo, foram realizadas 15 palestras e uma vigília ufológica.

Palestras que desbravaram assuntos como: ‘Mistérios da Mente Humana e os Enigmas do Universo’, ‘Projeção Astral e Experiência Quase Morte (EQM)’, ‘Anunnak: aqueles que vieram do céu à terra’ (Ufo-arqueologia), ‘Descobertas e revelações da Ufologia’, ‘Caso Varginha: toda verdade revelada’, ‘A Ufologia nas pesquisas científicas conduzidas em Universidades’, ‘A Parapsicologia nas pesquisas científicas conduzidas em Universidades’, ‘Pirâmides na Amazônia’, ‘UFOs: o que as forças armadas brasileiras ainda escondem?’, entre outros temas.

Auditório lotado, público do "I Congresso Mato-grossense de Ufologia e Parapsicologia"
Este evento obteve um forte impacto positivo para o turismo estadual, pois, de acordo com Ataíde Ferreira da Silva Neto, presidente da AMPUP, Mato Grosso guarda muitas lendas e mitos e devido a isso tem grande potencial para o ‘Ufoturismo’. “Muitas pessoas viajam até aqui para fazer observações e visitas em regiões tidas como enigmáticas. Precisamos incentivar essa modalidade que ainda não tem tanta divulgação”, reflete.

Para o então secretário adjunto de Turismo da Sedec, Luiz Carlos Nigro, o evento serviu para mostrar que o estado tem, além de todas as belezas naturais, outras potencialidades para desenvolver o turismo e atrair visitantes com outros objetivos, como a pesquisa científica, por exemplo.

A AMPUP defende que tais eventos ajudam a esclarecer à população uma melhor compreensão sobre os mistérios que nos rondam, abordada à luz da explicação possível dentro dos parâmetros científicos, além daqueles fatos, mais assombrosos, que aparentam, ainda, fugir do entendimento científico.


Autor:
Ataide Ferreira da Silva Neto - psicólogo, estudioso sobre as incógnitas psíquicas/parapsicologia, presidente da Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas e Psíquicas (AMPUP), consultor da Revista UFO.